Anuncie com a gente!!!

A Propaganda é a alma do negócio !

Nossos Colaboradores!!!

 photo bannercompleto com novo ringo_zpsft8o4vna.gif

Obrigado pela Visita

"SEJAM BEM-VINDOS, Convidamos todos a navegarem em nossa página.".

Momento Gospel

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Crianças e Adolescentes do Serviço de Convivência de SFI visitam Estação Ecológica Estadual











A manhã desta sexta-feira (02) foi de muito conhecimento e interatividade para as crianças e adolescentes do Serviço de Convivência de Vínculos (antigo Peti) de São Francisco de Itabapoana (SFI). O grupo visitou a Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba (EEEG) e pôde realizar outras atividades de extensão, em companhia dos orientadores e da Vânia Coelho, chefe da Estação Ecológica.
Antes da visita à Estação Ecológica, os menores ainda receberam um passeio turístico pela beira-mar e logo em seguida foram conhecer parte da Mata Nativa pela trilha direcionada para a educação ambiental. Lá eles fizeram perguntas, trocaram conhecimentos e realizaram o plantio de diversas mudas nativas da área.
“Esse passeio foi para complementar o aprendizado das crianças. Fazemos isso porque somos incentivados pelo governo da Prefeita Francimara para fazer o melhor pelas crianças. Tenho certeza que a iniciativa foi muito produtiva”, falou o coordenador Gabriel Cardoso.

Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba 
A Estação Ecológica Estadual de Guaxindiba (EEEG) está localizada na microrregião de Campos dos Goytacazes, na mesorregião do Norte Fluminense, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. A estação constitui uma área de aproximadamente 3.260 hectares, dotada de atributos naturais excepcionais, sendo parte integrante do bioma Mata Atlântica protegendo um dos maiores remanescentes de floresta estacional do estado do Rio de Janeiro.
Rica com sua fauna e flora, a EEEG tem como principal objetivo a preservação e conservação da natureza, sendo permitidas atividades de pesquisa científica e aquelas com finalidades educativas. É uma unidade de conservação de proteção integral, sendo administrada pelo Instituto Estadual do Ambiente – INEA, através da Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas – DIBAP. Foi criada em 2002, por meio do Decreto Estadual nº 32.576.