Anuncie com a gente!!!

A Propaganda é a alma do negócio !

Nossos Colaboradores!!!

 photo bannercompleto com novo ringo_zpsft8o4vna.gif

Obrigado pela Visita

"SEJAM BEM-VINDOS, Convidamos todos a navegarem em nossa página.".

Momento Gospel

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Campista de apenas 7 anos leva solidariedade a São Francisco de Itabapoana

Campista de apenas 7 anos leva solidariedade a São Francisco de Itabapoana

Ao lado da prefeita Francimara, Vittória Azevedo entregou materiais escolares em uma casa de acolhimento


(Foto: Reprodução/Facebook)

Exemplo de preocupação com o próximo em um tempo marcado por individualidade cada vez maior, Vittória Azevedo, de apenas 7 anos, levou solidariedade para além de Campos, sua cidade natal. Neste domingo (8), ela esteve em São Francisco de Itabapoana. O objetivo? Entregar mochilas, estojos, roupas e calçados a alunos de uma casa de acolhimento. A menina e a família foram recebidas diretamente pela prefeita Francimara (PSB), em uma tarde descrita como “emocionante”.

“Foi uma alegria. As crianças ficaram eufóricas. A prefeita esteve junto e a filha dela ajudou na entrega. Depois, as crianças foram brincar. Foi um momento muito marcante para a gente”, diz Flávia Pessanha, mãe de Vivi.

Tanto esforço em benefício do outro rendeu a Vivi, como a pequena se apresenta nas redes sociais, um convite de uma conhecida marca nacional de calçados infantis para participar de sua nova campanha publicitária. Vittória embarca para São Paulo nesta terça-feira. Lá, ela participa, até o próximo dia 14, de gravações e sessões de fotos para peças que deverão ser veiculadas na internet e na TV fechada.

Arrecadação — O material entregue foi arrecadado durante a campanha “Ajude uma criança a estudar feliz”. Com divulgação principalmente online, a mobilização contou não apenas com a boa vontade de quem doou, mas também com o boca-a-boca — e compartilhamentos — de quem ajudou a vira lizar a ideia.

De acordo com Flávia, o material doado veio não apenas de Campos, onde a família reside, mas também de outros municípios e até Estados. “A gente recebeu doações das regiões Norte e Noroeste do Estado do Rio, de São Paulo e do Espírito Santo. Uma papelaria de Itaperuna e outra de Macaé mandaram material por ônibus, uma loja de Vitória enviou mochilas e outra, de São Paulo, doou três caixas de cadernos. Aí Vivi sentiu o desejo de distribuir não só em Campos, mas também em outras cidades da região”, conta, completando: “A gente até se emociona quando vê que essa corrente foi além da nossa cidade”.

Ao todo, foram arrecadadas, até o último levantamento, 102 mochilas para crianças e adolescentes, 74 estojos, 87 lancheiras, 234 cadernos e 150 itens variados, como lápis de cor, massinhas e giz de cera. Mas, o material continuou e continua chegando, mesmo após o fim da campanha, que aconteceu durante o mês de março. A distribuição começou no dia 23, em Campos, onde também foram entregues doações no dia 28, em uma escola. Agora, passou por São Francisco de Itabapoana e deve chegar a outros município. “Há uma família de Varre-Sai, com cinco filhos, que entrou em contato com a gente. Vamos despachar parte do material arrecadado para eles. Mochilas e roupas que vão pelo ônibus”, revela Flávia.

Brinquedos — E esta não foi o primeiro ato de solidariedade praticado por Vivi. No final de 2017, a menina comunicou à família que desejava arrecadar brinquedos que não eram mais usados. Essa primeira campanha resultou na arrecadação de mais de 440 itens, doados para crianças de abrigos da cidade no Natal. E toda essa vontade de ajudar vem da menina, garante a mãe.

“A gente sempre conversa muito com ela e a irmãzinha, de dois anos. O que elas têm, vem com muito sacrifício. E o que elas têm, muitas crianças não podem ter. A gente ia doar 40 brinquedos para o Projeto Lara. Conseguimos mais de 440. Deu para doar para todas as casas de acolhimento do município. Aí, com o início das aulas, a gente precisou trocar a mochila dela. Ela viu um garotinho levando material escolar em uma sacola plástica e decidiu fazer a campanha. Isso é dela. É um dom. Só temos que agradecer a Deus”.

Quem quiser doar, pode entrar em contato pelo perfil oficial de Vittória (acesse aqui) ou pelo telefone de Flávia, que é o (22) 99985-8551.